terça-feira, 23 de abril de 2013

Romance e Namoro

Agora, desde que regressei ao Areeiro, saio de casa com a minha mulher, subimos as escadas que nos levam à estação de Marvila e vamos juntos no comboio com destino a Alcântara-Terra. Se formos de carro saímos juntos na mesma e tenho boleia até ao trabalho diurno. Também regressamos a casa pela mesma hora e por vezes até nos encontramos na primeira carruagem do comboio. As flores e o verde que abundam na nossa zona da cidade servem de encenação à nossa vida, num tempo que tem tanto de fantasioso como de concreto. São tempos de romance e namoro, e de providência divina, que hoje como há quase dois anos continua a proteger-nos.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial