segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Natureza Humana



Finalmente um filme que me enche as medidas. "O Laço Branco" de Michael Haneke. O preto e branco, a fotografia, a ausência de banda sonora, a direcção de actores, o guarda-roupa e a descrição de uma época e o classicismo na filmagem. Tudo tão belo e violento. Sem nenhuma tentativa de mostrar tudo, o cinema é sobretudo imaginação e fantasia, mas de um realismo atroz. A alegoria da sociedade através da passagem das estações do ano numa aldeia alemã do início do século XX. A luta de classes, a religião, a filiação e a moral. A natureza humana, o livre arbítrio, a culpa e a origem do mal. Um filme sobre a ausência de amor e sobre a má interpretação humana do divino.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial