sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Namoro

E amanhã regressamos ao vídeo. Acordar com a alvorada, colocar o farnel na viatura e aguardar a outra viatura que ficará registada para a posteridade. Enquanto aguardamos, invadimos a praia e o pinhal, com as toalhas, o guarda-sol e os livros. Sorrimos, cantamos, dançamos e jogamos às escondidas atrás dos troncos dos pinheiros. Depois regressamos no clássico mais antigo, pela via rápida, rumo à ponte sobre o Tejo. De volta à nossa cidade mítica. Olhamos as ruas largas e chegamos de novo ao jardim e ao centro das nossas vidas. A nossa longa vida inicia-se ali, o namoro que o romance criou, a família que o matrimónio irá gerar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial