terça-feira, 6 de março de 2012

Aurora

As gaivotas que anunciam a aurora. Gatos que cirandam e me olham do telhado. Os primeiros comboios pendulares a circular. O tom do céu ainda cinza e a alterar a sua tonalidade. Tudo a acontecer depois de acordar para voltar a adormecer. Aquele aceno de ontem ao passar o antigo bairro e a surpresa permanente de estar agora noutro lugar onde o amanhecer é tão diverso. Saber que tudo está bem apesar da distância, numa nova e alva manhã. É como sempre a natureza e a urbanidade em torno. O admirável nascer de mais um dia, quando se acorda em plena aurora.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial