segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Frutificar

Escrevo uma canção sobre Nova Iorque no meio dos ensaios para o concerto do primeiro andar. O concerto correu bem, não esteve muita gente, estiveram os amigos, os que puderam ir. A sala de estar foi como uma grande sala de ensaios em que começamos a ficar mais confortáveis com a exposição pública, com a hipótese de errar e recomeçar. Durante o Verão não escrevi nenhuma canção, e agora que recomeço a ensaiar e a dar concertos começam a surgir novas melodias e mais canções. Por isso, mesmo que não haja muita gente a assistir os concertos têm este resultado, o da soma e da adição, porque quando não se alimenta não se frutifica.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial