segunda-feira, 29 de maio de 2017

Da Taça

Chovia o quanto baste para dizermos que o mês de Maio não podia trazer tanta chuva aquando da passagem pela saída da autoestrada que vai dar ao estádio quando o locutor narrava a jogada do primeiro golo do clube do meu coração. Golo, é golo. Foi golo e eu a caminho de casa com a minha família depois de mais um almoço de família na linha de Cascais com os meus avós. Foi o mais próximo que estive da festa da taça. Talvez um dia regresse a esse convívio. Ou talvez não. A chuva continuou a cair até chegarmos a casa e vi o fim do jogo na televisão. Depois de mais uma semana de trabalho, de mais uma semana de rotina, ali estava eu a sorrir para o ecrã. São dias de glória e de vivência através dos planos televisionados. São estes os domingos que passo junto aos que são muito importantes, mais importantes que um desporto, um jogo de futebol, que uma bola a entrar numa baliza. Até que a chuva pare e volte a cair.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial