quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Implosão

Não é costume aqui na Ribeira completar entradas anteriores, tal como não é hábito terminar os textos com anástrofes. Faço uma excepção e completo o texto anterior. Quando falo em explosão quero dizer isso mesmo. Uma explosão caracteriza-se por um súbito aumento de volume com grande libertação de energia deixando inúmeros destroços quando termina. Com o passar do tempo uns ganharão projecção e outros serão esquecidos. Paradoxalmente penso também numa outra imagem de forma a completar esta metáfora. Como habito no futuro imagino que, a nível pessoal, os próximos anos serão anos de implosão. O tempo pede concentração e regresso à terra. Não existe desafio maior.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial