sábado, 14 de dezembro de 2013

Noite do Panda

O que se ouve é novo, nunca foi escutado antes. Apesar da novidade nem tudo foi mesmo bom, mas o que foi passou a ser memorável, como aquela canção à anos sessenta, como se o Scott Walker tivesse sido transposto para outro corpo. Claro que houve o acontecimento, ainda que para menos gente, já não há tanta disponibilidade com havia antes. Para as coisas novas e desconhecidas. Há também a dispersão, porque há mais opiniões e há mais meios de comunicação e dessa forma não se formam movimentos grandes como os da minha adolescência. Olho à minha volta e está ali uma parte da minha geração, mais velha e com menos gente.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial