domingo, 12 de janeiro de 2014

Costa do Estoril

No meio do nevoeiro saio de casa para apanhar o transporte até ao Cais do Sodré. É de manhã e nestes dias de Inverno o nevoeiro costuma levantar ao fim da manhã, mas há dias em que permanece durante a sua completude. Assim que começo a chegar a Alcântara o nevoeiro que envolve a ponte sobre o Tejo começa a dissipar-se. Quando chegamos à foz do rio já não existe nevoeiro e em dias de céu limpo, como o de ontem, aparece o sol invernal luzidio que traz calor e uma sensação primaveril dos dias que estão quase a chegar. Saio no Estoril para então entender a razão deste local ser referido como uma estância balnear de Inverno. É na costa do Estoril e na viagem de comboio que vemos o estado do tempo a mudar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial