segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Três Dias

O nosso Natal, que agora são três dias, já terminou. Terminou, mas deixou as suas marcas na memória que ainda é recente. Ao celebrar o nascimento de Jesus, celebramos também o nascimento do nosso primeiro filho. É assim desde o ano passado. Será assim para sempre. Os dias são de festa e de comunhão e sucedem-se um a seguir ao outro, desde a celebração de aniversário em nossa casa, com poucas paragens e muitas viagens entre as casas de família. É bom, apesar de ser cansativo. A viagem entre as casas com um bebé de um ano implica uma logística maior, com presentes, camas desmontáveis, peluches e malas com fraldas, roupa, soros, aspiradores nasais, e tudo o que acompanha uma criança pequena. A sensação de cansaço é claramente compensada pela oferta, pela reunião de todos em torno de um só acontecimento de três dias.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial