segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Primeira Viagem

São vapores que emanam de um tubo de plástico e peixes que nadam num aquário gigante. Medicamentos em forma de vapor de ar para curar a respiração. Guelras que respiram o oxigénio dissolvido na água. No meio dos dois acontecimentos há idas à farmácia para comprar os medicamentos, ao hospital para confirmar o diagnóstico. Confirmado o diagnóstico resta aplicar a terapêutica e aguardar os seus efeitos. Tão somente isso. Acompanhar e estar vigilante. Continuar a trabalhar e a descansar e apoiar a médica cá de casa. Somos pais de primeira viagem e tudo o que está a acontecer é sempre uma novidade, mesmo que não seja bom ver os vírus alojados num corpo tão débil ainda, mas muito mais forte do que há uns meses atrás. Ao relembrar os peixes a nadar no aquário, a placidez dos seus movimentos e esse momento de união familiar confio que ficará tudo bem. Já está tudo melhor desde que o pequeno peixe começou a nadar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial