terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Orçamento do Estado

Agora que é Carnaval já posso voltar a escrever. Obviamente que não é assim mesmo como escrevo mas é quase. Já há Orçamento do Estado, o que estava por aprovar desde Outubro do ano passado, e depois das contas feitas chegamos ao fim com um orçamento com a maior carga fiscal de sempre. Há também a reposição de salários da função pública de uma forma original, de três em três meses há aumentos salariais. Diminui-se os impostos à restauração, que não irão descer os preços nem contratar e os combustíveis aumentam para todos. A economia mantém o crescimento anémico, as empresas sofrem com o aumento dos custos de transporte e reflectirão esse custo nos bens e serviços que prestam. A execução orçamental está completamente dependente da propensão marginal a consumir e na fé no aumento da receita fiscal, que será a maior de sempre. Amanhã já não será Carnaval.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial