terça-feira, 15 de março de 2011

Madrugada Fora

Escutar um disco assim, na madrugada que aguarda o nascer do sol do outro dia, com as guitarras e as vozes a furar os tímpanos, no limite e no limiar dos decibéis permitidos para o ouvido, como se estivéssemos a presenciar o último ensaio de uma banda que se intitula Os Velhos. Palavras fortes e muitas vezes imperceptíveis, constroem assim uma parede invisível e um muro de som que é preciso furar, para aprofundar um significado inconclusivo. Velhos, inscrito no topo da capa do disco. Dizemos todos em conjunto: conservação dos pregos e do amor eterno. A juventude em marcha, madrugada fora.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial