sábado, 18 de janeiro de 2014

Marvila Antiga

Este é o tempo em que os dias começam a ser maiores, apesar de ser ainda o tempo do frio e da chuva, ou granizo. Aqui próximo do rio só chove e por vezes há pequenas inundações no fim do vale de Chelas, ali em Xabregas. Tenho permanecido em casa, no conforto do lar, a adormecer com a minha mulher a ver filmes que nunca conseguimos que cheguem até ao fim. É assim que vamos em Marvila antiga. Apanho o autocarro de manhã até à Praça do Chile, volto à tarde de metro até à estação de Chelas, onde apanho o autocarro de regresso à Mitra. Há nesta semana que passou uma dicotomia entre o presente e o passado, entre a zona onde agora vivo e o outro bairro lisboeta do Arco do Cego em que vivia com a minha avó, pais e irmãs há muitos anos atrás.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial